O Bullying e o Comportamento Agressivo

 

 

 

 
 
 
bullingBullying é um termo em inglês que se refere ao comportamento agressivo que geralmente ocorre na vida estudantil. Ele é caracterizado por envolver uma série de ofensas que incluem xingamentos, apelidos, agressões físicas e fofocas. Ou seja, é um comportamento intencionalmente agressivo que ocorre repetidamente em relações marcadas pelas peculiaridades de cada indivíduo e dos grupos a que estes pertencem.  O bullying é distinto da agressão momentânea por ser caracterizado pela recorrência. De qualquer forma, ambas as formas de ofensa são violentas e devem ser prevenidas e erradicadas. Em casos extremos o bullying pode levar ao suicído, à agressividade, depressão e grande mal-estar coletivo.
O estudante tem o direito de se sentir seguro e acolhido no ambiente escolar, assim como os profissionais da educação tem o dever de assegurar a integridade moral e física dos alunos. Sendo parte essencial da Declaração Universal dos Direitos Humanos, a educação, o desenvolvimento intelectual e emocional não podem em hipótese alguma ser prejudicados por relações sociais hostis. O bullying também vai contra o Código Civil e os direitos constitucionais, já que estes garantem que qualquer ato ilícito que cause dano deva gerar indenização. Como as escolas são prestadoras de serviços elas devem se responsabilizar pelo o que acontece em suas dependências, dessa forma o bullying não levado em consideração pela Instituição de Ensino fere o Direito do Consumidor.
O bullying pode acontecer de forma direta (agressões físicas, ameaças, xingamentos, espalhar boatos, apelidos ofensivos, materiais roubados) ou indireta (caretas, isolar a vítima, exclusão), sendo constante, inclusive, nas redes sociais da internet (clique aqui para saber como agir em crimes virtuais). As conseqüências negativas do bullying são devastadoras e podem afetar diretamente o desempenho emocional e intelectual tanto da vítima quanto do agressor e dos alunos não envolvidos no caso. A escola tem obrigação não só de punir esses tipos de ocorrência, mas também de prevenir. A vítima deve ter o direito de denunciar o bullying sofrido sem o receio de possíveis vinganças.

O bullying também pode acontecer em ambientes universitários e de trabalho. Qualquer que seja o lugar e a ocasião, ele deve ser erradicado e devidamente denunciado.



Como identificar

As vítimas costumam ser tratadas com apelidos depreciativos, ter seus materiais roubados ou estragados e apresentar machucados. Comumente elas são excluídas durante o intervalo, revelam baixa auto-estima, ficam retraídas ou agressivas, não têm um “melhor amigo”, procuram a companhia de adultos, não levam colegas para visitas em casa, não são convidadas para festas, perdem o apetite, apresentam sono agitado, mudam de hábitos e de caminho para chegar ao colégio, pedem mais dinheiro aos pais, desinteressam-se pela escola e ficam deprimidas.
Os agressores costumam apresentar um maior grau de violência do que os outros alunos. Apresentam maior impulsividade e confiança; normalmente são mais fortes (especialmente no caso de meninos) e populares que o resto do grupo.  Há também o agressor secundário, que segue o principal agressor. O fato de a maioria dos alunos se omitir quando um colega é ofendido também é uma forma de violência, já que permite que a vítima seja cada vez mais agredida enquanto o agressor segue impune.

Como lidar com o Bullying

Em casos graves e de irresponsabilidade da Escola deve-se fazer uma denúncia em Delegacia de Polícia, exigindo a realização de um Boletim de Ocorrência e levando o maior número de provas possível (cartas, bilhetes, desenhos, e-mails, vídeos de celular, fotos, testemunho de pessoas presentes na agressão e etc). Em caso de agressão física é necessário também um Exame de Corpo de Delito; também é essencial não limpar os ferimentos nem trocar de roupas, já que tais elementos constituem provas da agressão.
A erradicação do bullying deve contar com os esforços conjuntos da escola, dos órgãos de ensino e dos pais. A conscientização deve acontecer na esfera individual, de toda sala e de toda escola. Quando ocorre o ato de violência a criança ou adolescente agredido deve manter a calma, parecer o mais confiante possível, dizer ao agressor para que pare com as agressões, sair da situação o quanto antes e rapidamente contar a um responsável pelos alunos sobre a ofensa.
Ao denunciar o bullying deve-se deixar claro o que aconteceu, com que freqüência ocorre, quais são os envolvidos, quais são as testemunhas e em qual lugar ocorreu. Os pais e profissionais da educação devem desencorajar fortemente as reações agressivas que as vítimas possam vir a ter. Professores e outros funcionários envolvidos com os alunos têm a obrigação de interferir em casos de hostilidade entre os estudantes, caso isso não aconteça deve-se fazer uma denúncia contra a Escola e o profissional negligente, além da possibilidade de recorrer ao PROCON na busca dos Direitos do Consumidor.
A vítima deve denunciar o acontecido, seja a violência sutil ou evidente. É importante salientar que a prevenção ao bullying é tão importante quanto a punição; somente ela permite que o aluno se sinta seguro e que a educação e as relações fraternais evoluam. Os pais devem conversar com os seus filhos e procurar descobrir discretamente se algo está acontecendo. Caso esteja, deve-se procurar imediatamente a diretoria da escola e os professores do aluno para que conjuntamente a violência seja erradicada. Os profissionais da educação devem ficar atentos aos sinais de ofensa, mesmo que estes sejam praticamente imperceptíveis aos olhos de um adulto.
A conscientização acerca do que é o bullying e de suas graves conseqüências é essencial para o desenvolvimento de uma sociedade mais justa e fraterna. Os estudantes devem discutir cotidianamente a diferença entre brincadeira e ofensa. O trabalho contra o bullying é diário e deve envolver desde os alunos até os pais, professores e órgãos de ensino.

Em casos de trauma e abalo emocional a busca de ajuda psicológica é tão importante quanto a busca por justiça e erradicação da violência. A vítima não deve culpar a si mesmo ou deixar de se valorizar. O incentivo para a melhora de seu desenvolvimento intelectual e emocional deve ser constante.Clique aqui para se informar sobre tratamento psicológico gratuito ou de baixo custo.


Se nenhuma dessas resoluções gerarem efeito procure o Conselho Tutelar mais próximo. Clique aqui para encontrar alguns endereçoes e telefones dos Conselhos Tutelares da Grande São Paulo.

 

 

 

 

Fonte: guiadedireitos.org

 

 

 

 

 

 

QUESTION 1 Your network contains an Active Directory domain named contoso.com. All servers run Windows Server 2012 R2. The domain contains a server named Server1 that has the Network Policy Server server role and the Remote Access server role installed. The domain contains a server named Server2 that is configured as a RADIUS server. Server1 provides VPN access to external users. You need to ensure that all of the VPN connections to Server1 are logged to the RADIUS server on Server2. What should you run? A. Add-RemoteAccessRadius -ServerNameServer1 -AccountingOnOffMsg Enabled -SharedSecret "Secret" -Purpose Accounting B. Set-RemoteAccessAccounting -AccountingOnOffMsg Enabled -AccountingOnOffMsg Enabled C. Add-RemoteAccessRadius -ServerName Server2 -AccountingOnOffMsg Enabled -SharedSecret "Secret" -Purpose Accounting D. Set-RemoteAccessAccounting -EnableAccountingType Inbox -AccountingOnOffMsg Enabled Correct Answer: C QUESTION 2 Your network contains four Network Policy Server (NPS) servers named Server1, Server2, Servers, and Server4. Server1 is configured as a RADIUS proxy that forwards connection requests to a remote RADIUS server group named Group1. You need to ensure that Server2 and Server3 receive connection requests. Server4 must only receive connection requests if both Server2 and Server3 are unavailable. How should you configure Group1? A. Change the Weight of Server4 to 10. B. Change the Weight of Server2 and Server3 to 10. C. Change the Priority of Server2 and Server3 to 10. D. Change the Priority of Server4 to 10. Correct Answer: D QUESTION 3 Your network contains an Active Directory domain named adatum.com. A network administrator creates a Group Policy central store. After the central store is created, you discover that when you create new Group Policy objects (GPOs), the GPOs do not contain any Administrative Templates. You need to ensure that the Administrative https://www.pass4itsure.com/70-411.html Templates appear in new GPOs. What should you do? A. Add your user account to the Group Policy Creator Owners group. B. Configure all domain controllers as global catalog servers. C. Copy files from %Windir%\Policydefinitions to the central store. D. Modify the Delegation settings of the new GPOs. Correct Answer: C QUESTION 4 Your network contains an Active Directory domain named contoso.com. All domain controllers run Windows Server 2012 R2. The domain contains 500 client computers that run Windows 8 Enterprise. You implement a Group Policy central store. You have an application named App1. App1 requires that a custom registry setting be deployed to all of the computers. You need to deploy the custom registry setting. The solution must minimize administrator effort. What should you configure in a Group Policy object (GPO)? A. The Software Installation settings B. The Administrative Templates C. An application control policy D. The Group Policy preferences Correct Answer: D QUESTION 5 Your network contains two Active Directory forests named contoso.com and dev.contoso.com. The contoso.com forest contains a domain controller named DC1. The dev.contoso.com forest contains a domain controller named DC2. Each domain contains an organizational unit (OU) named OU1. Dev.contoso.com has a Group Policy object (GPO) named GPO1. GPO1 contains 200 settings, including several settings that have network paths. GPO1 is linked to OU1. You need to copy GPO1 from dev.contoso.com to contoso.com. What should you do first on DC2? A. From the Group Policy Management console, right-click GPO1 and select Copy. B. Run the mtedit.exe command and specify the /Domaintcontoso.com /DC: DC 1 parameter. C. Run the Save-NetGpocmdlet. D. Run the Backup-Gpocmdlet. Correct Answer: A QUESTION 6 Your network contains an Active Directory domain named contoso.com. All servers run Windows Server 2012 R2. Client computers run either Windows 7 or Windows 8. All of the client computers have an application named App1 installed. The domain contains a Group Policy object (GPO) named GPO1 that is applied to all of the client computers. You need to add a system variable named App1Data to all of the client computers. Which Group Policy preference should you configure? A. Environment B. Ini Files C. Data Sources D. Services Correct Answer: A QUESTION 7 Your network contains an Active Directory domain named contoso.com. All user accounts reside in an organizational unit (OU) named OU1. You create a Group Policy object (GPO) named GPO1. You link GPO1 to OU1. You configure the Group Policy preference of GPO1 to add a shortcut named Link1 to the desktop of each user. You discover that when a user deletes Link1, the shortcut is removed permanently from the desktop. You need to ensure that if a user deletes Link1, the shortcut is added to the desktop again. What should you do? A. Enforce GPO1. B. Modify the Link1 shortcut preference of GPO1. C. Enable loopback processing in GPO1. D. Modify the Security Filtering settings of GPO1. Correct Answer: B